Putaria Brasileira Esposa Safada Perfeita Comendo Esposa Vagabunda Para Seu Comedor Petrolina – Pe

37 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

37 seg

Categoria:

Tag:

Putaria Brasileira Esposa Safada Perfeita Comendo Esposa Vagabunda Para Seu Comedor Petrolina – Pe

Putaria Brasileira Esposa Safada Perfeita Comendo Esposa Vagabunda Para Seu Comedor Petrolina – Pe

Uma boca perfeitamente desenhada e um “olhar 43”, segundo fontes seguras KkkkkkkkVamos lá…Essa história aconteceu há menos de um mês.

Depois de um tempo ele segurou meu braço e falou meio desesperado:Ola o conto que vou descrever hj e bem real espero que gostem nao irei revelar meu nome vou me apresentar como johnie eu tenho 1,70 de altura uns60 kg olhos pretos e sou moreno desde e tenho 18 anos desde pequeno eu sempre tive uma vontade enorme de comer minha tia ela e uma bela mulher com uma bunda enorme e pele morena mais eu acho que nunca me deu mole foi se passando alguns anos e eu fui ficando mais velho e aquala velha vontade me matando como smp minha tia smp foi uma piranha ficava com uns homens a cada dia dps começou a ficar com mlks da minha idade e eu sabia de td e ficava mais louco de tesao por aquela cachorra td mudou em um dia que ela estava bebendo com as amigas dela de tarde ate o anoitecer foi quando ela foi pra casa ela e dona de um quintal enorme e no quintal dela tem um macinhero fdp q era o comedor dela e ele tinha um ciume dela danado foi quando eu fui com ela ate sua casa e esse cara ficou enchendo o saco dela falando q nao queria mais ela de piranhagem na rua e td mais e queria ate agredir ela mais obviamente que eu nao deixei e claro quase cai na porrada com ele mais pra mim comer ali eu tinha que dar uma asistencia ne rs dps que chegamos em sua casa ela logo abriu a porta nervosa e me convidou pra entrar e claro que aceitei o convite a final ela mora sozinha ne ela ligou a tv pegou umas cervejas e me chamou pra ficar ali assistindo e bebendo com ela o tempo foi passando e ja estava de madrugada quando eu falei pra ela que iria embora que ja estava tarde entao ela rapidamente se levantou e trancou a porta e pediu pra mim dormir ali com ela eu como nao sou bobo nem nd aceitei ela arrumou minha cama e foi tomar um banho e eu fui me deitar e fiquei escutando musica foi quando a porta do quarto se abriu e ela entrou com uma calcinha fio dental e com um mini sutia eu logo fiquei de pau durasso vendo aquilo nao resisti e parti pra cima daquela cachorra comecei a beijar ela e a passar a mao naquela buceta carnuda que delicia de mulher dps ela se abaixou e começou a me chupar eu tava com tanto tesao que nao demorou muito pra mim encher aquela boquinha de veludo de porra logo em seguida coloquei a camisinha e mandei ela ficar de quatro ela logo me pediu pra comer logo aquela xereca e eu atendi logo o pedido e penetrei com tanta vontade que ela solto um gemidinho bem gostoso e eu ali metendo bem rapido que nao demorou tanta coisa pra mim gozar de novo dps ela foi ate o quarto dela e pegou o ky pra gente fazer um anal gostoso eu esperei tanto por esse momento ela começou a passar o ky no meu krl de uns 20cm dps foi minha vez de lubrificar aquele rabo preto e gostoso comecei a penetrar e ela dando uns gritinhos de dor foi ai que eu fiquei mais tarado e comecei a bombar bem forte aquele cu fiquei ali metendo por uns 20 minutos dps dei a terceira rajada de porra naquela bunda logo dps fomos dormi agarradinhos amanheceu e ela eu comi ela dnovo antes de ir pra casa fui pra minha casa satisfeito e querendo mais rs dps fiquei na rua com o filho dela que e meu primo e ficamos conversando e novamente chegou a noite e ela foi la em casa pedir minha mae pra eu dormir na casa dela pra acompanhar ela que ela estava com medo do fdp do cara q morava no quintal dela mais no fundo eu sabia que ela queria levar mais pirocada no rabo mais esse relato fica pro proximo episodio vlw se gostaram do meu conto me chamem no zap meninas e mulheres mais velhas 966483331 vlw fuiiiiO fato que relato agora aconteceu comigo e minha esposa, quando viajamos para participar de um casamento, fomos nós dois e uma amigo que queria conhecer a cidade, pois estava de férias, ficamos uma semana na cidade, nesta semana não pude dar nenhuma trepadinha com minha mulher, além da casa estar cheia, ela tava menstruada e eu tava doidão pra comer minha mulher.

O Felipe ainda embaixo de mim, ouvindo meus gemidos, pega meus peito e começa a mamar, isso me leva a loucura, com a outra mão ele me masturba brincando com meu grelinho e fala pro Pedro “come logo esse cuzinho, essa vagabunda tá adorando seus machos metendo rola gostoso”, solto mais um gemido e ele enfia a cabeça da sua rola, grito, mas o Felipe me distrai atacando ainda mais meu peito e grelinho, o Pedro continua suas envestidas no cu apertado, então relaxo e começo a gostar, ele bomba devagar, vai mais e mais e então eu gozo, gemendo alto e falando palavrões.

Depois disso relaxamos um pouco e voltamos a putaria com o casal dando uma chupada pra deixar minha pica dura de novo, e quando o meu pau estava bem duro eu coloquei ela deitadinha com um travesseiro embaixo do quadril e ela logo percebeu minha intenção e foi deixando a bundinha empinadinha, eu então fui beijando o corpo e descendo em direção ao anelzinho, então dei uma bela lambida, passando a ponta da língua em volta do anelzinho do cuzinho dela e preparando ele pra me receber bem gostoso dentro dele, enquanto isso ele beijava ela e acariciava deixando ela bem relaxada, eu epdi a ele que preparasse o cuzinho dela pra mim e ele pegou o KYgel e foi lubrificando o cuzinho e preparando enfiando um dedinho pra que ele estivesse relaxado pra mim, eu coloquei a camisinha e ele lubrificou meu pau também e aí foi abrir a bundinha dela pra assistir de perto a cabeça da minha pica deslizando pela bunda dela e se encaixando bem no anelzinho delicioso do cu da esposa dele, eu deixei a cabeça da pica se encaixar e comecei a forçar devagar fazendo o anelzinho do cu ir abrindo devagar e deixando a cabeça da minha pica penetrar aquele cu delicioso, ele abria a bundinha e olhava a cabeça da pica entrando gostoso, passando pelo anelzinho do cu dela e penetrando, então ele não aguentou e começou a bater uma punheta vendo a pica agora naquele vai e vem delicioso no cuzinho dela, então coloquei ela de ladinho e ele aproveitou pra chupar a bucetinha dela enquanto eu metia deliciosamente no cuzinho, como eu havia gozado uma vez já esta segunda demorou mais um pouco e deu pra curtir bem e esperar que ela gozasse bastante e ele também pra então eu gozar de novo dentro do cuzinho apertadinho. Ela abriu um vibrador e começou, aos poucos, comendo minha xana uma vez que o marido já estava atolado na minha Bundinha,,,Ufa!!!! O passo seguinte foi deitar num 69 com ela…mamei e fui mamada…depois, com o mesmo vibrador a penetrava na xana enquanto meu marido fodia a bunda dela… Foi uma tarde deliciosa.

Era de descendência brasileira, pele morena (café com leite), bonita, cabelo encaracolada e negro, elegante, com uma bunda saídinha e curvilínea tanto para fora como nos lados, pernas compridas mas grossas que estreitavam desde as coxas bem compostas até aos tornozelos delicados. estava pingando de tesão, minha esposa gemia e se contorcia e falava,entre suas coxas, abaixou e começou um maravilhoso boquete, chupava comeu e minha irmã estudamos das 7:00hs ás 12:00hs, um dia quando chegavámosDepois do café começamos de novo nossa meterola, ela se ajoelhou diante de mim, devagar foi tirando minha cueca, logo em seguida abocanhou meu pau e começou a chupar, enquanto meu irmão lhe comia o Cu.

Imagine só, eu ja de certa forma tinha pedido uma coisa bem diferente, e ela aceitou, se eu falasse ainda no meu rosto ou boca ela ia me achar louco! Mas sim, pode me julgar se quiser, mas como disse adoro putaria, e adorei a ideia. Amanda nem fazia ideia do que passava dentro da minha cabeça safada.