Novinha No Primeiro Encontro Com O Dotadao

3 mins

Categoria:

Tag: ,

visualizações

3 mins

Categoria:

Tag: ,

Novinha No Primeiro Encontro Com O Dotadao

Novinha No Primeiro Encontro Com O Dotadao

""Eu sou a Vera e sou filha de japoneses, tenho os olhos puxados, uma pele linda e um corpo maravilhoso, sempre fui muito assediada e já recebi varias cantadas de amigos e até de parentes, eu sei que o que mais chama a atenção dos homens é a minha bunda, que é bem redondinha e arrebitada, todos dizem que sou muito gostosa, eu já tive vários namorados e hoje eu sou casada, com um rapaz bem novinho de apenas vinte e um anos, eu também sou muito novinha, mas apesar dele ser um homem novinho, ele é muito inexperiente em relação a sexo. Meu primo estava beijando loucamente a minha mãe.

Num destes encontros eu e minha esposa conhecemos um casal jovem porém muito bacana ele Carlos com uns 26 anos e ela com Fabiana com 23,Muito alegres receptivos e animados.

começamos a dançar funk, cada uma se provocando, ela então pediu para ir no banheiro, a levei no andar de cima para o meu quarto ( a festa era na minha casa, com meus pais viajando, mas, eles sempre liberam qualquer social) ela entrou no banheiro e fiquei sentada na minha cama, quando ela chamou sentou-se comigo e pediu para conversarPaula: Gaby. "Como vivíamos numa casa rústica, tínhamos 4 quartos conjugados e sempre fizemos sexo explícito. Os três se olharam entre si com sorrisos de ironia estampados nas caras, uma coisa meio sádica. Quando abri os olhos, me assustei! O cara estava com o pau enfiado pela janela, se masturbando a apenas alguns centímetros do meu rosto. Sentei na cadeira e fiquei esperando pra ver o que ela iria fazer. Eu apenas achava que era isso, pois eu o tinha visto pelado e vi que ele era dotadão. – Nossa, Meg… que gostoso que foi!– Eu sei, pra mim também… por que você demorou tantos dias para me dar o presente, seu cretino? Já podíamos estar transando desde o primeiro dia que você chegou!– Mas eu não sabia que o Kaplan e você eram tão liberais! Se eu soubesse!– Temos de recuperar esse atraso.