Loira Gostosa Dando A Buceta Na Praia E Rebolando No Cacete

Loira Gostosa Dando A Buceta Na Praia E Rebolando No Cacete

Loira Gostosa Dando A Buceta Na Praia E Rebolando No Cacete

Eu cheguei la e agente começou a conversa ela estava chorando e muito triste, Eu logo fui dando meu colo de amiga ea beijei no rosto, e olhou pra min com um olhar diferente meu coracao logo disparou, e ela me deu o beijo mais doce da minha vida, eu correspondi foi magico maravilhoso Eu adorei, e logo senti minha buceta quente e latejado como nunca, e a coisa comecou a esquentar, ela passava a mao no meu corpo puxava meu cabelo, e enfiava a e tirava a linga de dentro da minha boca como se fosse um cacete, Eu acariciava seus peitos pequenos do bico durinho, ela comecou a cariciar minha boceta ja tranbordando de tesao, Eu coloquei a mao na boceta dela nossa que xoxota era aquela branquinha lizinha do grelo durinho. não saia da minha cabeça!Ela também escolheu um vídeo de uma coroa loira linda que adora pegar numa piroca, para você ver depois de ler o conto.

Ela se virou pra ver o que eu estava fazendo que tinha parado, me viu chupando o dedo que estava nela ,ai me beijou, com o gosto da buceta dela na minha boca.

Bruna não dava nem sinal de vida então decidi descer, cheguei no andar debaixo la estava ela, sentada na cama só estava de pijaminha, um shorts preto bem curto e uma regatinha azul sem sutian, olhando com aquele rostinho lindo e angelical para mim, não me contive e dei um beijo bem gostoso nela, ela pediu que parasse pois bruna poderia acordar eu já estava louco de tesão e com o pau doendo dentro da calça, ela me deixava louco de tesão ela é uma menina linda… dei mas uns beijos nela e comecei a passar a mão no seu corpo, beijar seus pescoço e levantei a regata dela, aqueles peitos eram lindos grandes redondos, comecei a chupar eles e passava a mão em sua bucetinha por cima do shorts, ela estava louca de tesão apertando meu pau…ela tirou meu pau pra fora e começou a chuvar que mamada gostosaaa, estava louco de tesão quase gozando so com ela me chupando a sensação do medo com o tesão é maravilhosa fizemos tudo em silencio pois bruna poderia descer. Daniel depois de algumas cervejas fica sempre muito gaiato, como chama as meninas de gostosas, pega na bunda de Katia sua mulher, chama de putas e as vezes também mexe com Mara minha mulher, sempre levamos na brincadeira, quando fui no banheiro vi quando ele levantou a saia da minha mulher e disse mostra essa bucetinha pra mim, elas rindo Mara já meio tonta disse é só pedir que mostro e levantou a saia na cara dele, ficaram rindo, quando voltei sentei do lado deles e fiz de conta que não tinha visto, não demorou e ele diz meninas quero vocês duas só de calcinha já eram mais de 11 da noite, elas viram e Katia disse vamos mostrar a esse safado Mara, e tiraram as roupas ficando só de calcinha, Daniel disse pra mim ta vendo compadre são putas mesmo, elas ficaram brincando só de calcinha, então ele levantou-se e pegou na bunda da minha mulher na minha frente, alisou e foi fastando a calcinha dela que já é fio dental, a Katia mulher dele tinha ido na cozinha, quando voltou só fez ri, então ele achou pouco e colocou a mão da minha mulher no seu pau, confesso que fiquei meio confuso, mais já tava ficando do tesão, pois ela não soltou seu pau, Katia mulher dele viu que eu estava ficando de pau duro, veio pra perto de mim abriu o ziper de meu short, colocou meu pau pra fora, e começou a punheta-lo, ficamos calados, quando vi minha mulher se baixa e colocar o pau do Daniel na boca, vi que seu pau é pouco maior que o meu, mais bem mais fino, enquanto Katia me chupava, não deu outra, puxei Katia pra meu coloco ela sentou no meu pau de costa pra mim, só escutei a Mara minha mulher gemendo alto e Katia rebolando no meu colo também gemendo e dizendo que tava gostoso, quase que gozamos todos juntos, Katia veio pra mim me abraçou ficamos os quatro calados, fomos pros quartos dormir pois provavelmente no dia seguinte tinha mais suruba. Carlos, nosso vizinho, que estava junto conosco napraia, logo se interessou pela Mônica, e chegou a dizer: “Uau, cara, aonde você arruma esta mulherada chique? Já não basta a sua mulher, você traz outra destas”?“Cara, vai de vagar”, disse eu. e como sempre vou sozinho pra lá sempre gostei de conversar com ele tomar uma cervejinha e mesmo na presença do Carlos eu costumo tomar banho de piscina pelado e as vezes na cachoeira e fico andando em casa pelado bem a vontade.